Orçamento Participativo de Ponta Delgada “acrescenta valor a democracia representativa”
Press_V forum regional RAP
O Presidente da Câmara Municipal de Ponta Delgada reiterou esta tarde a ideia de que o Orçamento Participativo de Ponta Delgada, nas suas vertentes geral e escolar, vem acrescentar valor à democracia representativa, ao introduzir elementos de democracia participativa.
José Manuel Bolieiro, que falava esta tarde no V Fórum Regional da Rede de Autarquias Participativas, traçou um balanço bastante positivo do Orçamento Participativo de Ponta Delgada (geral) e do PDL – Orçamento Participativo Escolar, mas lembrou que a “satisfação do feito não inibe a ambição de fazer mais e melhor”.
O edil defendeu, por isso, que importa dotar todo e qualquer OP de uma “credibilidade crescente”.
Aludiu, igualmente, para a importância do envolvimento dos cidadãos na vida pública e para a necessidade de promover uma cultura que trabalhe a “arte de gestão de fazer mais com menos” e a capacidade de elencar prioridades.
“As pessoas propõem, as pessoas escolhem, o Município faz” é o slogan do Orçamento Participativo de Ponta Delgada, iniciado em 2014, com caráter deliberativo. O OPE teve início em 2016.
O Presidente do maior Município dos Açores partilhou conceitos inerentes ao próprio conceito de Orçamento Participativo, bem como especificidades do OP de Ponta Delgada.
Projetos que contribuem para uma política de proximidade, fomentam ativamente a participação cívica, e desafiam a que os cidadãos integrem as suas preocupações pessoais com o bem comum.


Gabinete de Imprensa e Relações Públicas

Carmen Costa

18 Jan '19
Ao ínicio

Câmara Municipal de Ponta Delgada

Praça do Municipio 9504-523

Ponta Delgada, Portugal

T: 296 304 400